O CONPARH

XV CONPARH – Em busca de novos Horizontes

 

A temática em busca de novos horizontes do XV CONPARH, que será realizado nos dias 24 e 25 de setembro na FIEP, está intimamente ligada ao caminho de mudança que o profissional de recursos humanos está percorrendo ao longo dos últimos anos, seja ela provocada por alterações na legislação trabalhista, avanços tecnológicos ou empreendimentos disruptivos, que tornam o papel da liderança e das relações trabalhistas cada dia mais complexo.

Sob um prisma macro, a temática em busca de novos horizontes, também retrata o anseio da sociedade brasileira, sobretudo em novas alternativas políticas e econômicas para o país, que amargou uma crise sem precedentes ao longo dos últimos anos.

Com o objetivo de ser um diferencial na atualização dos profissionais de RH e líderes em geral, a grade do XV CONPARH é composta por temas como:

Cenários políticos e econômicos, Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU das agendas dos RH, Reforma Trabalhista, Novas formas de Remuneração, Liderança Feminina no Século 21, a Tecnologia Potencializando as Estratégias de RH, dentre outros.

Venha participar!

HISTÓRICO – CONPARH 

 

XIV CONPARH

 

A ABRH-PR através do constante diálogo com seus associados e diretores e da incessante sintonia com o cenário, vem evoluindo na sua competência e papel. Uma clara demonstração disso está no design do nosso XIV CONPARH, que abordará em 22 e 23 de setembro de 2016 o tema “A Empresa que eu quero ter. Caminhos a percorrer”.

Nossa meta é realizar um evento atraente e inovador, ampliando assim, o conceito deste evento na região sul. Para tanto, a inovação esteve presente desde o início, na composição das comissões temática/organizadora. Nessa comissão estão representadas as várias categorias de associados, formações e perfis profissionais. Como esperado, essa combinação de perfis produziu um conjunto de atividades ímpar para atrair e satisfazer o mais amplo e exigente público das organizações da região Sul.

Mas inovar também pode acontecer a partir de um reexame das produções já realizadas nesse início de século. Afinal levar em conta aquilo que sabemos, que já foi aprovado, e o que nem tanto, significa inovar com respeito e foco, em um processo inteligente e assertivo.

Olhando todo o histórico do CONPARH e tendo em perspectiva o presente cenário político, econômico, social e cultural, percebemos que devemos dar um salto qualitativo, propondo um evento ainda mais atraente e inovador para 2016. Daí a temática:  A Empresa que eu quero ter. Caminhos a percorrer”.

Apostamos no desejo dos brasileiros em coprojetar a organização perfeita. Acreditamos que utopias são possíveis se compartilharmos da visão em que os três campos da vida convergem: Negócios, Sociedade e Pessoas. A empresa que eu quero ter respeita esta aliança sustentável e a utopia consiste, tão somente, em analisarmos e traçarmos quais caminhos deveremos seguir e, corajosamente, percorrê-los.

Para esse evento, consideramos indispensável trazer As Lições do Lava-Jato para a Governança Corporativa, com a presença de um representante da Operação Lava Jato já confirmado. Outro tema indispensável, com presença também confirmada é a de Ricardo Boechat que dialogará com convidados sobre as Perspectivas do cenário político econômico no Brasil, e suas implicações no Trabalho. Leandro Karnal, com sua vasta erudição e ironia vai nos falar sobre A organização por trás dos espelhos.

Estamos programando para os dois dias, as já aprovadas atividades de: Conversatórios [de CEOs, de DRHs / Acadêmicos / de Empreendedores / Talk shows / Conferências / Workshops de patrocinadores / Cases / Oficinas /Atividades culturais / Visitas técnicas a empresas e a serviços públicos e Atividades de turismo.

Outras inovações estão sendo preparadas para surpreender nosso público. Entre elas as tertúlias que serão ambientadas em cafés culturais e promoverão momentos de conversas informais com personalidades de vários campos do conhecimento e da cultura.

Estamos certos de que todos irão se encantar, refletir, questionar, opinar, se divertir, descobrir, aprender e crescer no ambiente instigante que estamos preparando.

Venha participar!

 

XIII CONPARH e outros

 

Ao olhar para trás reconhecemos que já produzimos momentos especiais em nossos Conparhs, como:

No início do século, em um cenário pouco favorável,  pós atentado às Torres Gêmeas, debatemos o tema: Gestão de pessoas como estratégia de negócios, com a presença de Dave Ulrich –  [Professor da Universidade de Michigan e co-fundador do The RBL Group] , Carlos Alberto Júlio – [Professor, escritor e palestrante], Marco Aurélio Vianna [IMVC], Dulce Magalhães [Filósofa, educadora, pesquisadora, escritora] , Cícero Penha [VP Corporativo de Talentos Humanos – Grupo Alga] , Rugenia Maria Pomi [Pres. da Sextante Brasil), Sylvio Zilber [Ator e diretor de teatro] , Nélida Piñon [Escritora da academia Bras Letras], Nelson Savioli [Superintendente Executivo da Fundação Roberto Marinho ], Eugênio Mussak [Educador, escritor e palestrante], Marisa Eboli [Professora USP – especialista em Educação Corporativa],  Pedro Mandelli [Consultor – mudança organizacional], Dorival Donadão [Consultor, Coach Executivo na DNConsult], entre outros.

Outra temática desse período foi: A SOCIEDADE QUE DESEJAMOS – quando tivemos as presenças do Dr. Mario Sergio Cortella e do Dr. Rubem Alves [in memoriam], que em uma bela metáfora com o cultivo de jardins encerrou o congresso com a palestra:  A Sociedade em nossas mãos.

Estiveram ainda conosco apresentando cases de empresa – Sr. Álvaro Dias Júnior (Siemens Metering), academia – Prof. Oriovisto Guimarães (UP), Ong – Maria Cristina D’Arce (SOL). O Prof. Pio Martins moderou um diálogo entre capital e trabalho representados respectivamente por Luis Carlos – ABRH RJ e Sergio Butka – representante Sindical.

Mais tarde, trouxemos o ser humano para o centro do diálogo, com “A VISÃO QUE COMPARTILHAMOS EM GESTÃO DE PESSOAS”. Nessa oportunidade, estiveram conosco Carlos Antonio Brandão – arquiteto-dramaturgo abordando o Ser humano na visão de Shakespeare, Waldez Ludwig em uma provocante reflexão sobre quanto temos entendido e lidado com os seres humanos nas organizações e o casal May East e Craig Gibson que encerraram o evento trabalhando os princípios masculino e feminino em cada um de nós, em um workshop coletivo.

Ainda estiveram abordando temas contundentes na época, Roberto Crema – espiritualidade nas organizações, Steven Dubner – inclusão social, Werner Bornhold – governança corporativa. Climério Brito SP – Brasken e Alfredo Pires de Castro (SP) Diretor ABTP e Dir ASTD abordaram a gestão do capital intelectual.

Nessa 2ª. década, falamos sobre – RH ESTRATÉGICO É AGORA! Iniciamos o evento com uma provocação:  RH: A ousadia de ser o que precisa ser! Em que Gino Oyamada – FESA, moderou um diálogo com os presidentes da Transportadora Ouro Verde- Karlis Jonatan Kruklis, da Novozymes – Pedro Fernandes e do SEBRAE PR – Allan Marcelo de Campos Costa.

Falamos em cultura e mudança, com Roberto Dumani – Cielo. Valorizando as melhores práticas, foram apresentados cases brasileiros e paranaenses, como por exemplo: Parceria da estratégica com RH – Hermine Schreiner – Pormade SC, Retenção de talentos: Incentivos, Remuneração, Motivação –

Carlos Ogliari – Volvo, Como chegamos a ser uma das Melhores Empresas para Trabalhar. Como vamos continuar na lista? Marly Vidal – Sabin.

Nesta edição criamos duas novas atividades no Conparh: Fórum Acadêmico e Fórum das Regionais.

No CONPARH de 2014 convidamos os ativistas em gestão de pessoas para abordar o tema “PROTAGONISTAS TRANSFORMANDO NEGÓCIOS”. A principal inovação desse evento foi o convite bem sucedido aos CEOs e DRHs que estiveram em um ambiente reservado que chamamos “conversatório”, tratando do presente e apontando caminhos para o futuro da gestão de pessoas. O Fórum acadêmico se transformou em “Conversatório Acadêmico” e outro novo conversatório foi criado: “Conversatório de Empreendedorismo”.

Escutamos ainda a sabedoria de Marcelo Cardoso – Grupo Fleury abordando Protagonistas transformando Negócios!  Vicky Bloch falando sobre Organizações e Pessoas Conscientes, Negócios Sustentáveis, e ainda uma história única da empresa mais antiga do planeta, com o case magno StoraEnso: como ser jovem com 726 anos?  Por seu VP de Pessoas – Juliano Pereira.

Nesse Conparh, foi intensa a aproximação da inovação e da arte com a gestão. Na abertura o Cortejo Mundaréu convidou os participantes para o auditório e na finalização o quadro 15×15 da Escola de Criatividade e a Banda Solution de Zé Rodrigo encerraram nos deixando com o gostinho de “quero mais”.

Descontos para inscrições até 31 de Julho

Você poderá adquirir ingresso para o dia 24, 25 ou ambos.

PATROCINADORES

APOIADORES INSTITUCIONAIS

ENTIDADE BENEFICIADA

PARCEIROS DE MÍDIAS

FORNECEDORES OFICIAIS

ORGANIZADORA